quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Voltei.


Sim.


Sou eu.

Repleta de alegria por ter me encontrado. Repleta de alegria por ter voado nos lugares mais inimagináveis. E repleta de saudade, saudade de vocês.

As borboletas, com o tempo cansam, cansam de tentar viver e querem ficar um tempo sozinhas para viver intensamente. Não sei se as coisas são assim com os humanos, mas acredito que todos já se cansaram da vida um dia.

Não vou falar muito por hoje.
Mas amanhã voltarei.

Apenas se envolvam com meu vôo que eu voarei junto com vocês.






Um sopro de saudade,


Borboleta.

Um comentário:

Júlia disse...

que bom que vc voltou! que bom, que bom hihihih, to com saudades de vc e de seus lindos textos ;*